PUB

“Para lá dos meus passos”, de Kamy Lara, na 44ª edição Cinéma du Réel

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Para lá dos meus passos, documentário de Kamy Lara produzido pela Geração 80, será exibido em França no Cinéma du Réel – Festival international du Film Documentaire, no dia 17 de março. Além da exibição do filme, o evento vai contar também com uma mesa redonda, intitulada África Lusófona, onde Kamy Lara (Angola), Lara Sousa (Moçambique) e Samira Vera-Cruz (Cabo Verde) vão partilhar os seus pontos de vista sobre a nova vaga do cinema africano.

O festival decorre de 11 a 20 de março de 2022, no Centro de Pompidou, no coração de Paris.

Inserido no programa Cartão Branco, com seis programadores e personalidades africanas convidadas a partilhar os seus pontos de vista sobre esta nova vaga de cinema africano, Para lá dos meus passos foi selecionado pelo realizador moçambicano Pedro Pimenta, um dos seis curadores.

Cinéma du Réel mistura documentários, ensaios e filmes experimentais em seleções que reflectem a diversidade de géneros e formas de abordagem cinematográfica, sendo um dos poucos festivais de cinema documental que enfatiza o património e a memória do género, ao mesmo tempo que os coloca em diálogo com a criação contemporânea.

Lançando em 2019, em Para lá dos meus passos, cinco bailarinos exploram os conceitos de tradição, cultura, memória, identidade, questionando a transformação e a desconstrução destes temas nas suas próprias vidas, durante a criação da peça (Des)Construção da coreógrafa Mónica Anapaz para a temporada de 2017 da Companhia de Dança Contemporânea de Angola.

A película já foi galardoada como Melhor Documentário no San Francisco Dance Film Festival (Estados Unidos de America), Melhor Documentário no Arquiteturas Film Festival Lisboa (Portugal), 3.º Prémio Adiaha no Encounters Doc Festival (África do Sul), Melhor Realizadora, Melhor Fotografia, Melhor Som no Brazil International Monthly Independent Film Festival (Brasil), Melhor Documentário, Melhor Realizadora, Melhor Edição no Gralha International Monthly Film Awards (Brasil) e recebeu ainda uma Menção Especial no Big Syn International Film Festival (Inglaterra).

Subscreve a nossa newsletter e fica a par de tudo em primeira mão!

No Comment.

Artigos Relacionados

Coleção Black Power

16,90 

PUB