PUB
Unsplash ©Arthur Edelmans

Vem aí a segunda edição do Moga Festival

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Em 2021, a Costa da Caparica (na margem sul do rio Tejo, Portugal) acolheu a primeira edição do Moga Festival, “inspirado nas vibrações do Atlântico, proporcionando uma experiência conectando pessoas de todo o mundo através da dança, música, arte e bem-estar”.

Na edição de 2022, a acontecer em vários pontos da Costa da Caparica, de 1 a 5 de junho, o evento promete música, conversas, comida, festas em barcos, surf, yoga, entre outras atividades.

Com um cartaz que apresenta as atuações dos norte-americanos Chez Damier e Maurice Fulton, da belga instalada em Lisboa Chima Hiro, entre outros, o Moga quer celebrar a “música eletrónica hedonista, dando as boas-vindas a uma tribo de ravters pelo mundo, todos movidos pelo desejo de celebrar esse movimento unificador”.

Na conferência de imprensa que aconteceu no Mama Shelter, no passo dia 18, em Lisboa, a organização do festival transmitiu a essência do evento que “visa misturar artistas internacionais e locais”, reunindo “diferentes culturas, estabelecendo projetos colaborativos entre artistas eletrónicos e músicos tradicionais marroquinos”.

O Moga nasceu em Essaouira (Marrocos) em 2016 e é um festival de música eletrónica que acontece todos os anos.

Subscreve a nossa newsletter e fica a par de tudo em primeira mão!

PUB