Myriiam lança “Toxic” e anuncia concerto no dia 2 em Lisboa

Myriiam | ©Indi Nunez
Myriiam | ©Indi Nunez

Depois de superar uma hipertensão intracraniana idiopática refratária que a debilitou e afastou dos estúdios, a artista lança agora novo single, “Toxic” e prepara-se para subir ao palco do Musicbox, em Lisboa, a 2 de setembro.

“‘Toxic’ é uma canção que transcende melodias e sentimentos, numa jornada sonora que une passado e presente. A sua base rítmica funde a icónica Kizomba dos anos 1990 com elementos contemporâneos, criando uma harmonia apaixonante e dançante. A canção é uma narrativa envolvente de um amor que evoluiu para um terreno tóxico, onde a autenticidade e a conexão transformaram-se em hostilidade”, lemos no comunicado de imprensa enviado à redação.

O refrão serve como um convite à libertação emocional, incentivando os ouvintes a desapegarem-se de relacionamentos que já não os nutrem. “Toxic” não é apenas uma canção, mas um hino de empoderamento, uma banda sonora para aqueles que estão prontos para virar a página e abraçar um novo capítulo.

O single abre caminho para, depois de vários anos sem subir a um palco, Myriiam finalmente dar um concerto em nome próprio, no Musicbox, em Lisboa, já no dia 2 de setembro. Vai ser a oportunidade para ouvir pela primeira vez ao vivo o novo single. Os bilhetes estão disponíveis aqui.

O videoclipe da música, a ser disponibilizado no YouTube em breve, convida-nos a um ambiente “Barbie” apelativo com a direção criativa da autoria da própria artista. A realização ficou a cargo de Wilsoldiers, como já é habitual. A produção teve ainda o apoio da Nha Segredo, equipa composta por amigos e familiares de Myriiam.

A recordar que recentemente, revelamos a condição de saúde que afetou a vida pessoal e artística de Myriiam ao longo de vários anos. Entre 2015 e 2016, um pouco antes de ter lançado os sucessos “Dimeu” e “Di Nos“, começou a sentir fortes dores de cabeça. Com o aumento da intensidade e da frequência, a artista percebeu que não se trataria de uma simples dor de cabeça.

As consultas médicas e os exames sucederam-se e os diagnósticos indicavam ora enxaquecas, depressão ou estresse, enquanto os medicamentos para cada uma dessas condições multiplicavam-se.

A confirmação de uma hipertensão intracraniana idiopática só chegou em 2018, quando a visão começou a ser afetada e Myriiam teve de ser internada. De acordo com a própria artista, os exames revelaram uma pressão a rondar os 50mmHg (milímetro de mercúrio), muito acima da faixa saudável de 0 a 15mmHg.

A hipertensão intracraniana idiopática é uma condição rara e desafiadora que afeta apenas cerca de uma em 100 mil pessoas, o que dificulta também o diagnóstico. As mulheres em idade reprodutiva são as principais vítimas.

Atualmente, Myriiam está recuperada, depois de ter seguido um tratamento homeopático, e está pronta para lançar novos projetos.

Nascida em 1990 na Cova da Moura (Amadora, Portugal), Myriiam já trabalhou com Billy Family, Kaysha, Elizio, Rahiz, Ricky Boy, Tó Semedo, Buraka Som Sistema, entre outros. O filmmaker Wilsoldiers foi e continua a ser também uma pessoa de referência no percurso de Myriiam, tendo dirigido e gravado todos os seus videoclipes.

Relembramos-te que podes ouvir os nossos podcasts através da Apple Podcasts e Spotify e as entrevistas vídeo estão disponíveis no nosso canal de YouTube.

Para sugerir correções ou assuntos que gostarias de ler, ver ou ouvir na BANTUMEN, envia-nos um email para [email protected].

Recomendações

OUTROS

Um espaço plural, onde experimentamos o  potencial da angolanidade.

Toda a actualidade sobre Comunicação, Publicidade, Empreendedorismo e o Impacto das marcas da Lusofonia.

MAIS POPULARES