PUB

Ary é Carga de Agosto

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Não basta ser boa intérprete, ela acumula um sucesso atrás do outro. Não basta ser polémica, ela trata as desavenças por tu. Há quem a ame, mas também há quem a odeie, devido à sua postura imutável. Opiniões à parte, Ary escangalha e comprova a boa saúde da música nacional sempre que sobe a um palco, fazendo jus à efervescência que corre nas veias do puro mwangolé.

Numa conversa amena, Ariovalda Eulália Gabriel fez saber de onde vem, para onde vai e onde pretende chegar. Quem diria que a concorrente do “Estrelas ao Palco”, afastada na terceira eliminatória, se transformaria numa “fábrica” de hits e seria a Melhor Voz da Lusofonia?

Mas não só de “escangalhos” é feita esta edição, em que entrevistámos o General Kambuengo, Eduardo Paím para os mais distraídos. Prestes a completer 40 anos de carreira, o kota fez-nos uma resenha da sua carreira, afirmando que se sente valorizado pelo povo angolano.

Fomos saber mais sobre a trajectória de outra diva, desta vez da dança. Na primeira pessoa, a “autoridade” da dança contemporânea e inclusiva, Ana Clara Guerra Marques deu o seu parecer sobre os entraves ao crescimento da dança artística em Angola.

Para terminar, convidamo-lo a ler uma entrevista com Lucas de Brito, o ex-cantor pió que se revelou um invicto no music hall angolano. Por fim, Maya Cool dá a cara pelos músicos, apontando o dedo aos “separatistas” e apoiando a união das classes.

Por Naucira Rodrigues
Editora da revista Carga

 

Subscreve a nossa newsletter e fica a par de tudo em primeira mão!

No Comment.

Artigos Relacionados

Coleção Black Power

16,90 

PUB