PUB
Smoller
Smoller | DR

“Prefiro focar-me mais no impacto, os números vão seguir”, Smoller

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Moçambique é um prolífico viveiro de talento musical. Apesar de o país ainda não receber o destaque que merece dentro da cena lusófona, a Pérola do Índico todos os dias lança novos diamantes brutos em processo de lapidação, com uma diversidade sonora e flows raramente encontrados nos restantes PALOP.

Hoje, apresentamos-te Smoller, que, apesar de ser um newcomer, já tem participações com nomes cimentados na indústria musical moçambicana, como Lay Lizzy, Dice, King Cizzy, Pizzawpineapples, Dama do Bling, além de já ter trabalhado no passado com um dos maiores saxofonistas africanos, Moreira Chonguiça.

O nome de registo de Smoller é José Sitoe Júnior e desde sempre viveu rodeado por música. Ainda muito novo acompanhava a mãe no grupo coral da Igreja, do qual ela era líder, os irmãos sempre o habituaram a ouvir música e os primos eram rappers.

Aos dez anos, já mostrava o “bicho” artístico que em si habitava, na Avenida Eduardo Mondlane, Maputo, com rodas de freestyle. Vários anos passados, em 2015, começou a trabalhar com a Cypher Studios, dirigido por um coletivos de jovens artistas.

Na sua prateleira discográfica, Smoller já conta com um álbum, XXIX, lançado em 2018, e um EP, While We Wait, de 2020.

Em relação aos seus últimos singles lançados, o que mais chama a atenção é “Crocstar 3”, que faz parte de uma saga com o mesmo nome, que começou em 2019. Desta vez, o rapper quis usar essa saga para promover o seu próximo projeto. TRIN é o nome da obra, anunciada em exclusivo à BANTUMEN, sem avançar mais detalhes.

Nesta sua curta – mas muito provavelmente duradoura – carreira, Smoller acredita que “o impacto que a minha música tem é muito mais importante que os números e por isso “Prefiro focar-me mais no impacto, os números vão seguir. Por exemplo, Moreira Chonguiça tem menos de mil subscritores no YouTube e mesmo assim é uma lenda nacional”, afirma. “Prefiro focar-me mais no impacto, os números vão seguir”, sublinhou Smoller.

Subscreve a nossa newsletter e fica a par de tudo em primeira mão!

PUB