PUB
Prodígio

Prodígio revela dificuldades em fazer “Prodigia-te : São Tomé e Príncipe”

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

E a saga continua. Prodígio volta a “apertar o game” com o lançamento do seu quinto EP do ano, desta vez dedicado a São Tomé e Príncipe. Prodigia-te STP Deluxe tem a produção de instrumentais de MagicPro, DWD e Franz1s.

São no total 7 sete faixas que compõem Prodigia-te STP, que são uma dedicatória aberta ao povo e à [restrita] cena do rap feito no território insular do Golfo da Guiné.

Ao longo do projeto, Prodígio deixa inúmeras mensagens aos mais novos, que abordam o amor pela música, pela arte, bem como sobre conflitos sociais, desvio de bens públicos entre outras.

O rapper contou à BANTUMEN que fazer o STP Deluxe “foi uma viagem difícil” pelo facto de não conseguir encontrar uma quantidade considerável de rappers e produtores ligados ao hip-hop “santola”, e que, ao questionar sobre vozes locais, Calema foi o nome mais citado pelo público daquele país.

“Quando comecei a trabalhar no projeto, informei-me com as pessoas que viviam em São Tomé e também fiz uma pesquisa de leve sobre o people com quem eu pudesse colaborar. Os próprios são-tomenses diziam que não havia muita gente para colaborar. Toda a gente falava dos Calema mas eu queria deixar para o último álbum”, explicou.

Neste processo todo, Pro2da concentrou-se nos beats e encontrou três bons produtores, MagicPro, DWD e Franz1s. “Conectei-me com eles através do Fábio Malheiro, que trabalha connosco na DopeMuzik e ele é que fez a ponte comigo e com os producers“, disse Prodígio.

O artista confessou ainda que estas lacunas como, a falta de visibilidade de vozes são-tomenses no hip-hop, durante o processo de criação do STP Deluxe fez com que redobrasse esforços para apresentar um trabalho de qualidade. “Às vezes um gajo ficava mais confortável se tiver alguém no refrão, então acabei por sentir que nesse projeto tinha de ser diy – do it yourself (feito por si próprio, em tradução livre do inglês) mas foi uma experiência bué nice”, explicou Prodígio.

Para promover STP Deluxe, o rapper usou o single “Peculato”, cujo vídeo já está disponível no canal de YouTube do rapper da Força Suprema. A música conta com a participação de seu irmão mais velho, Tony.

Tal como nos outros projetos dedicados aos restantes países lusófonos, Prodígio explorou este novo EP como se fosse um artista new school mas com a experiência de vários anos que acumulou como rapper mainstream.

“O meu mindset é de ‘se eu fosse um artista novo de São Tomé como eu droparia se tivesse a experiência ou as vivências do Prodígio’ e, para esse projeto em específico, estou a ir para STP, e entregar a minha visão e procurar saber como é que as coisas funcionam”, afirmou.

Subscreve a nossa newsletter e fica a par de tudo em primeira mão!

PUB